Como Nasceu o Bonifácio? Ele era Baiano?

Marcos NoelUncategorized7 Recadinhos

Amigos Leitores,
Estava devendo a história do Bonifácio. Na postagem sobre a origem do casal Gi & Kim mencionei que Bonifácio era Baiano, lembram?

Pois é, o nome Bonifácio veio a tona quando resolvi criar um cãozinho para fazer companhia para o nosso casal. A história é interessante…

Em 2003 eu e minha esposa Gisele resolvemos viajar do Rio de Janeiro até a Chapada Diamantina no Estado da Bahia. Pequeno detalhe, fomos de carro. Fizemos o roteiro da viagem ao longo do trajeto, ou seja, cada destino, era decidido 1 a 2 dias antes de sairmos da cidade que estávamos.

O roteiro foi o seguinte: Rio de Janeiro, Campos-RJ, Porto Seguro-BA, Itacaré-BA, Salvador-BA, Lençóis (Chapada Diamantina), Itabuna-BA, Porto Seguro-BA, Guarapari-ES, Rio de Janeiro-RJ.

Ah! E onde entra o Bonifácio nessa história? Em ITACARÉ, sul da Bahia.

Ficamos 3 dias em Itacaré. No penúltimo dia contratamos um passeio até a Península de Maraú (Barra Grande), umas 3 horas de Itacaré. Fomos numa PickUp 4×4 (só dava prá chegar lá de 4×4), pois era impossível chegar lá em carro de passeio.

O mais engraçado dessa longa viagem de dia inteiro, foi a presença de um cãozinho míudo e muito engraçado que nos acompanhou no passeio. Um pequenino YorkShire chamado Bonifácio.

O mais estranho, o bichinho raramente latia e era muito observador, prestava atenção em tudo e não tinha medo de nada (apesar da chacoalhenta viagem dentro da PickUp). Até banho de mar o danado tomou. O nome do bicho nos marcou. Achamos hilário!

Quem diria que um dia eu iria criar uma estória em quadrinhos? Naquela época nem tinha começado a enviar cartuns para os Salões de Humor.

Pois é, na hora de criar o nome do câozinho lembrei imediatamente daquela longa e divertida viagem. O danado do Bonifácio Baiano ajudou até na formação da personalidade no NOSSO Bonfifácio, o cãozinho que vive em seu mundinho!

Abraços

Marcos Noel

1º Lugar na Categoria Cartum do 23º Salão de Humor de Volta Redonda

Marcos NoelUncategorizedClique aqui e deixe seu recadinho

É com muita Alegria que comunico aos meus Leitores que faturei o 1º Lugar na Categoria Cartum do 23º Salão de Humor de Volta Redonda.

Envio trabalhos à Volta Redonda desde a 17ª edição e o considero um dos melhores Salões do Brasil.

Feliz da Vida mesmo! Agradeço aos meus queridos Pais que sempre estiveram ao meu lado e a minha esposa Gisele que foi a culpada! É isso mesmo, ela foi a culpada, pois foi quem escolheu qual cartum enviar. Eu tinha 2 idéias em mente.

Parabéns aos envolvidos na organização do Salão e a Comissão Julgadora, Ulisses, Guidacci, Mayrink, Nei Lima, Amorim, Pedro Paulo, Alex Archer e principalmente ao curador Alexandre Clemente, pela forma como o conduz e pelo jeito cordial e educado como me tratou quando liguei para ele hoje.

Meus parabéns também ao Secretário de Cultura Moacir Carvalho e a todos meus camaradas cartunistas premiados e selecionados! De forma especial aos amigos do traço, Manohead (Fabrício), Antônio Amâncio, Silvano R. Gonçalves de Melo, Junior Lopes e Glen Botoca.

Segue o texto na integra do Portal VR

A 23ª edição do Salão de Humor de Volta Redonda já conhece seus vencedores.

Após passarem pelo crivo de um júri formado por especialistas, os artistas que expuseram seus trabalhos mostraram talento e dificultaram a tarefa dos sete julgadores. No fim, a colocação dos participantes foi a seguinte:

Na modalidade Cartum, o vencedor foi o carioca Marcos Noel, seguido pelo potiguar Antônio Amâncio de Oliveira Filho; na Charge, o maranhense Érico Junqueira Ayres levou a melhor, à frente do segundo colocado, o gaúcho Paulo Volmar Vilanova; na Caricatura o catarinense Fabrício Rodrigues Garcia foi o vencedor, enquanto a segunda colocação ficou para o paulistano Júnior Lopes; Na História em Quadrinhos, primeiro lugar para o mineiro Silvano Gonçalves de Mello, seguido pelo piauense José Antônio Costa; já na Modalidade Especial, que teve como tema o “Centenário de Noel Rosa”, destaque para o carioca Glen Barbosa de Carvalho Batoca.

O prêmio especial para Volta Redonda foi para Rafael Alves de Moura, que apresentou uma caricatura do técnico Dunga, da Seleção Brasileira.

Os vencedores de cada modalidade levaram como prêmio R$ 3 mil, enquanto os segundos colocados faturaram R$ 2 mil, mesmo valor destinado ao vencedor do tema “Centenário de Noel Rosa” e ao melhor trabalho de Volta Redonda.

Para o organizador e idealizador do Salão de Humor, Alexandre Clemente, a população ficará feliz em apreciar trabalhos de beiram a perfeição: “Todos os trabalhos selecionados foram criteriosamente avaliados por gente que entende do assunto. Isso reforça nossa credibilidade”, declarou.

Já o secretário de Cultura, Moacir Carvalho de Castro Filho, a realização da 23ª edição do Salão de Humor denota o sucesso consolidado do projeto. “É um evento que ganhou o respeito dos artistas da área e mostra a diversidade de idéias da classe. Em todas as modalidades, é muito gratificante presenciar trabalhos que tanta competência e criatividade”, declarou.

Todos os trabalhos estarão expostos ao público a partir do dia 1º de julho a 1º de agosto, no Espaço de Artes Zélia Arbex, na Vila Santa Cecília. A visitação será das 10 às 19 horas, com entrada gratuita.

Trabalhos premiados por modalidade:

Cartum

1º lugar – Marcos Noel – Rio de Janeiro – RJ
2º lugar – Antônio Amâncio de Oliveira Filho – Natal – RN

Charge

1º lugar – Érico Junqueira Ayres – São Luís – MA
2º lugar – Paulo Volmar Mattos Vilanova – Porto Alegre – RS

Caricatura

1º lugar – Fabrício Rodrigues Garcia – “Nando Reis” – Garopaba – SC
2º lugar – Junior Lopes – “Cartola” – São Paulo – SP

História em Quadrinhos

1º lugar – Silvano R. Gonçalves de Melo – Jaboticatubas – MG
2º lugar – José Antônio Costa – Jota A – Teresina – PI

Modalidade Especial – Centenário de Noel Rosa

1º lugar – Glen Barbosa de Carvalho Batoca – Rio de Janeiro – RJ

Prêmio Especial Volta Redonda

Trabalho inscrito por Volta Redonda

1º lugar – Rafael Alves de Moura – Caricatura – Dunga